Iluminação LED para ambientes alimentícios: o que considerar

Um projeto de iluminação LED para ambientes alimentícios deve levar em conta alguns detalhes primordiais para que o resultado seja eficaz e bem-sucedido.

Sabemos que independente do segmento do empreendimento, conquistar a iluminação adequada pode ser um desafio e tanto. Contudo, a boa notícia é que se bem planejado, o sistema luminotécnico suprirá perfeitamente a demanda, especialmente quando falamos sobre ambientes alimentícios.

Você sabe exatamente o que considerar para evitar possíveis inadequações com o uso de luminárias LED em seu negócio?  A AALOK preparou o artigo de hoje para tirar suas dúvidas e mostrar o que você deve levar em consideração para otimizar a iluminação em ambientes alimentícios. Confira a seguir!

Iluminação LED para ambientes alimentícios: detalhes importantes

Sabemos que a indústria de alimentos é caracterizada pela sua extensa cadeia de produção. 

Dentre tantos itens envolvidos no checklist para o bom funcionamento do espaço, a iluminação do ambiente sem dúvidas merece destaque. Os detalhes do projeto luminotécnico devem ser analisados de maneira minuciosa, para que o uso das luminárias LED supra as necessidades do local.

Afinal, a iluminação influencia diretamente fatores como:

  • Otimizar o andamento da produção no ambiente alimentício;
  • Promover o bem-estar dos colaboradores, oferecendo um ambiente propício à realização das tarefas;
  • Segurança para quem circula pelo local.

Com o projeto luminotécnico desenvolvido de forma assertiva, os ambientes alimentícios também podem contar com:

  • Uma iluminação harmônica conforme implicam todas as normas referentes à iluminação de uma empresa ou indústria de produtos alimentícios, em especial, a norma ABNT NBR 8995, que dispõe sobre a iluminância de interiores;
  • Baixo custo de manutenção, uma vez que com o uso das luminárias LED certas para o espaço, é possível contar com maior útil da luminária;
  • Além disso, naturalmente um projeto luminotécnico que leva em conta o uso da tecnologia LED requer menos reparos, com isso, há muito menos interrupções no andamento dos trabalhos na empresa em decorrência da iluminação, por exemplo;
  • Bom funcionamento mesmo em ambientes mais frios e gelados, caso por exemplo, de armazéns congeladores.

Projeto luminotécnico: onde fazer e quais as etapas?

Para a perfeita iluminação do ambiente, em conformidade com as normas e as necessidades do seu negócio, a realização do projeto luminotécnico é o ponto de partida.

Sendo assim, é importante ter em mente quais as etapas que compõem um projeto planejado de iluminação LED. São elas:

  • Desenvolvimento do Projeto de Iluminação: deve ser efetuado por um seleto time de especialistas (arquitetos e engenheiros), capazes de compreender os detalhes necessários para atender de forma exclusiva as necessidades do ambiente alimentício em questão;
  • Estudo de viabilidade: desenvolvido o projeto, é o momento de analisar a viabilidade econômica, técnica, comercial, ambiental e social;
  • Fabricação das luminárias LED;
  • Instalação do projeto.

Todas as etapas acima, bem como a garantia do projeto instalado, devem ser contratadas por uma empresa consolidada no mercado e que é referência no assunto.

É o caso da AALOK. Com inúmeros cases de sucesso, temos os melhores profissionais do segmento para melhor lhe atender. Clique aqui e solicite um orçamento agora mesmo.

Desenvolvido por: ADEMAIS